Ervas são também Remédios Energéticos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

As plantas são muito mais do que apenas remédios naturais. As ervas são também remédios energéticos.

São universos completos e complexos que transcendem a compreensão que nós costumamos fazer a seu respeito.

As plantas têm também a capacidade de interagir energeticamente com o meio ambiente direto onde elas se encontram.

Seja na forma natural ou, até mesmo na forma de óleo essencial ou de preparados com a erva fresca ou seca.

Cada uma destas formas pode provocar reações diferentes no organismo ou no meio ambiente.

Existem sinais para reconhecer a qualidade energética de uma erva

Mas reconhecer a verdadeira ação energética de uma planta, nem sempre é tão simples.

Afinal, ao longo de muito tempo a humanidade vem bloqueando seus sentidos mais elevados, duvidando de sua capacidade intuitiva e abraçando uma racionalidade extrema que torna mais pobre a nossa compreensão do mundo.

Assim, se você ainda sente que precisa treinar o seus sentidos para obter informações a respeito da energia das plantas, através de uma experiência sensorial direta (e isso é totalmente possível e disponível para quem decidir buscar esta via), o melhor caminho é buscar pistas nas formas mais antigas de transmissão de conhecimento: a mitologia e nas práticas das diversas tradições espirituais.

Quer um exemplo?

Para os hindus, o Senhor Ganesha é uma divindade poderosa que permite romper quaisquer obstáculos que apareçam no caminho do peregrino em sua experiência de vida.

Ervas Remédios Energéticos
Várias ervas são consagradas ao Senhor Ganesha, como o Tomilho e o Hibisco

Uma das plantas muito associadas ao Senhor Ganesha é o tomilho.

Assim, se você quiser ter uma ideia das propriedades energéticas do tomilho, é só se informar um pouco mais sobre a divindade ao qual esta planta está associada.

Através do Ser ou divindade que uma erva está associada, temos uma pista segura das suas funções mais sutis.

Outro exemplo é a Lavanda.

Esta planta está associada a deusa Lakshmi, a divindade da prosperidade e abundância. Uma deusa muito popular e querida em todo o mundo.

Ao utilizar a lavanda, em suas mais diversas formas, estabelecemos um laço invisível com as bençãos e habilidades da nobre deusa.

Ainda mais se você buscar esta conexão de forma consciente.

Ervas são também Remédios Energéticos

Veja abaixo mais algumas plantas e as divindades associadas à elas:

Artêmis (deusa da caça e protetora das mulheres) – Artemísia, Ginseng e Babosa.

Thor (deus do trovão e da cura) – Urtiga.

Perséfone (deusa do mundo subterrâneo e da fertilidade) – Salsa.

Afrodite ou Vênus (deus do Amor) – Manjerona.

Quíron (deidade da Sabedoria) – Sálvia (que em inglês se chama Sage, que traduzindo quer dizer sábio).

Cernunnos (deidade da virilidade e da saúde) – Capim-Limão.

Quer conhecer mais sobre as propriedades energéticas das plantas medicinais?

Então seja um assinante do Clube Ervanarium e participe das aulas do Jardim do Infinito. Clique na imagem para saber mais.

Conteúdo premium sobre ervas medicinais e saúde natural por assinatura
A mais completa biblioteca de ervas medicinais online em língua portuguesa

Rodrigo Silveira

Rodrigo Silveira

Herborista, Professor e Criador do Ervanarium

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe seu comentário:

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.