Plantas Purificadoras para Jardins Internos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Às vezes, convivemos tanto tempo com uma coisa que nem nos damos conta da sua importância. Esse é o caso das plantas de nossos jardins internos.

Mesmo que você more em um ambiente com menos espaço, como um apartamento, sem uma área aberta para o exterior, ainda assim é possível (e recomendável) eleger algumas plantas para alegrar o ambiente e favorecer a saúde de todos os moradores.

Nos anos 60, a NASA se preparava para lançar sua primeira estação espacial, que ficou conhecida como Skylab.

Um dos cientistas do grupo de trabalho da Skylab, chamado Bill Wolverton, ficou encarregado de uma difícil missão: encontrar uma solução para purificar os ambientes hermeticamente fechados das naves espaciais, que continham mais de 300 substâncias voláteis, altamente tóxicas.

Wolverton chegou a conclusão que a melhor solução, era colocar dentro do Skylab, uma série de plantas domésticas capazes de filtrar e absorver os principais vilões químicos comuns em todas as casas, mesmo na Terra.

Essas substâncias nocivas são os formaldeídos, presentes em materiais de construção, carpetes, espelhos e no papel higiênico. O benzeno, xileno e tricloroetileno, presentes nas tintas, nos monitores, fotocopiadoras e nos cigarros. E ainda o amoníaco, álcool e acetona, presentes em carpetes e diversos tipos de cosméticos.

ARTIGOS QUE TAMBÉM PODEM LHE INTERESSAR

O Jardim Terapêutico

O Feng Shui é uma prática oriental que estuda a paisagem e sua influência na vida humana; as cores, as formas, as construções, os posicionamentos e os ciclos.

No Feng Shui, as plantas podem ser classificadas como: purificadoras, protetoras, calmantes, energizadoras e harmonizadoras.

Alguns exemplos de plantas purificadoras para sua residência são:

CRISÂNTEMO – esta flor reduz a concentração do benzeno nos ambientes, presente nas colas e desengordurantes e também elimina o formaldeído. Precisam de muita luz e rega frequente.

Plantas para jardins internos

O crisântemo purifica os ambientes do benzeno e de formaldeídos.

GÉRBERA – quando estas flores são plantadas em vasos com terra, eliminam o benzeno dos ambientes, encontrado em tintas, cigarros, charutos e no fumo para cachimbos e também o tricloroetileno. Além disso, melhoram o sono porque absorvem o dióxido de carbono do ar e liberam oxigênio, mesmo no período da noite.

plantas para jardins internos

A Gérbera é uma das plantas que purificam o dióxido de carbono.

 

 

 

 

RÁFIS – esta planta elimina o amoníaco presente nos detergentes e por isso é recomendável tê-la nos banheiros, cozinhas, lavanderias e locais onde são guardados produtos de limpeza. Ela precisa de pouca luz, mas é uma planta que cresce bastante e, por isso, precisa de espaço. Deve ser regada apenas uma vez por semana, quando estiver em ambientes internos.

Plantas para jardins internos

A Ráfis pode ser usadas em ambientes com pouca luz

Uma informação importante é que, de maneira geral, plantas purificadoras, são tóxicas para crianças e animais de estimação.

Até por que, tem a propriedade de absorver venenos dos ambientes, que ficam concentrados em suas partes aéreas. Por isso, tenha cuidado em colocar estas plantas em ambientes que possam ser de fácil acesso aos pets e a crianças pequenas.

 

 

plantas purificadoras

Seja um assinante! Clique na imagem para saber mais!

 

Marilda Romero

Marilda Romero

Especialista em Feng Shui

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe seu comentário: