Você está hidratado?

SINTOMAS

Os sintomas da desidratação são bem conhecidos: vômitos, diarreia, boca seca e grudenta, pouca urina ou muito amarela (principalmente ao longo do dia), ausência de fluido lacrimal, olhos fundos (encovados), moleira baixa (nos nenês) e até mesmo, em casos ainda mais graves, letargia e coma.

O mais surpreendente é que existe outro conjunto de sinais que indicam não necessariamente uma desidratação clássica, mas algo que poderia ser chamado de forma mais apropriada como SUB-HIDRATAÇÃO.

A sub-hidratação é bem mais furtiva do que a desidratação clássica, mas nos prejudica muito e, por ser mais complicada de detectar, pode acompanhar algumas pessoas por toda a vida.

Um dos perigos da sub-hidratação é que, como sabemos, a água é o combustível básico para o bom funcionamento de todo o corpo e, principalmente, do cérebro.

Assim, várias funções vitais importantes entram em baixa quando não estamos devidamente hidratados.

Outro aspecto importante é que mesmo os medicamentos têm dificuldade de agir da forma esperada quando nossos níveis de hidratação não estão adequados, pois o cérebro tem dificuldade de enviar comandos corretos.

Imagine quantas pessoas que recebem um tratamento apropriado, mas que o organismo não reage adequadamente apenas por que o equilíbrio hidro químico do corpo está deficiente!

Dessa forma, é importante entender que qualquer tratamento, de qualquer tipo de terapia, deve iniciar com a confirmação de que estamos devidamente hidratados.

Caso isso não ocorra, você pode ter o melhor tratamento do mundo e seu organismo não será capaz de reagir da forma certa.

Quer saber se você está sub-hidratado?

Faça sua avaliação – CLIQUE AQUI!

As conexões ocultas do seu corpo

Os orientais se dedicaram ao longo de milênios a compreender as conexões internas entre diversos órgãos vitais e demais estruturas do nosso corpo.

Por exemplo, tudo que abre e fecha no corpo, ou seja, esfíncteres como olhos, ânus, boca e até nossa capacidade de abrir e fechar determinados músculos como o períneo e a mão, depende da qualidade da energia do baço.

Outro exemplo, é que a qualidade de nossa visão está diretamente relacionada a qualidade do sangue do fígado.

Mesmo terapeutas nem sempre sabem que o fígado armazena até 3 litros de sangue dentro de si e que a qualidade das substâncias químicas que ingerimos irá interferir na química de boa parte de nosso sangue.

E no fim das contas, isso vai afetar a qualidade de nossa visão.

Mas isso é só o começo.

Existe muito mais para se saber e entender, mesmo que você só queira obter autoconhecimento, o que é muito importante.

Agora se você for um terapeuta, este conhecimento é fundamental.

Sem saber as conexões internas dos órgãos internos é muito dificil fazer uma avaliação com um mínimo de precisão e determinar a melhor forma de abordar um problema.

Se você gostou do assunto e deseja saber mais, disponibilizo aqui o link para assistir a primeira aula de meu curso – Energia e Saúde Natural, gratuitamente para você.

Nesta aula apresento as funções fisiológicas e energéticas do fígado e suas co-relações com diversas partes do corpo e seu funcionamento.

É só clicar aqui

Pernas cansadas nunca mais

A Castanha da Índia tem propriedades excelentes para fortalecer o sistema circulatório, aliviar cãibras e cansaço nas pernas.

Veja como proceder:

Adicione 5 colheres de sopa de pó de castanha-da-índia em uma garrafa de álcool etílico a 70%. Fechar a garrafa e deixar descansando por duas semanas em uma janela à luz do sol.

Coloque, a seguir, o preparado em uma garrafa escura, limpa e bem tampada e conserve ao abrigo do sol. Para a utilização, dilua 5 colheres de sopa em 1 litro de água e faça imersão.

Saiba mais sobre a Castanha da Índia: CLIQUE AQUI.

Equilibre seu sistema nervoso

Rapé é o nome dado a toda substância medicinal disponível na forma de pó fino para ser aspirado.

O rapé de Açafrão da Terra (cúrcuma) é especialmente indicado para auxiliar nos distúrbios do sistema nervoso.

Para utilizá-lo, coloque uma pequena quantidade de pó de açafrão da terra na ponta do dedo mínimo e inale apenas por uma narina.

A seguir, repita a operação na outra narina.

É comum ter vontade de espirrar após inalar o rapé e isso faz parte da experiência.

Crianças, pessoas com pressão alta e gestantes devem evitar seu uso.

Saiba mais sobre o Açafrão da Terra. Clique aqui.

Como libera suas vias áreas de forma natural

Para esta fórmula você vai precisar de:

• 15 gotas de óleo essencial de eucalipto (100% puro).

• 30 ml de óleo de amendoas doces

Colocar 15 gotas de óleo essencial de eucalipto em 30 ml de óleo de amendoas doces e deixar macerando no escuro por no mínimo 30 dias.

Feito isso, aplicar o preparado na sola dos pés sempre que precisar liberar as vias áereas.

Lembre-se de após aplicar manter os pés cobertos e aquecidos.

Experimente a noite, antes de dormir, sempre que precisar liberar a respiração.

Esta dica pode ser usada em crianças! (mas só aplique nos pés e em pequena quantidade).

NOTA: nunca use o óleo essencial de Eucaplito puro direto na pele e nunca ingira, pois pode ser fatal (principalmente em crianças!)

Saiba mais sobre o EUCALIPTO!