Chlorella

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A chlorella é uma alga de uso fitoterápico que é uma das melhores fontes de clorofila disponíveis aos seres humanos. De todas as microalgas verdes estudadas até o momento, a chlorella detém o mais alto teor de clorofila natural, que varia em torno de 3 a 5%. Mais informações abaixo.

Chlorella, um fitoterápíco e um superalimento

Nome científico

Chlorella pyrenoidosa Starr & Zeikus.

Nome conhecido

Clorela (Português).

Nomes botânicos

Chlorella fusca var. fusca [K&H]; Chlorella fusca var. vacuolata [K&H]; Chlorella sorokiniana [K&H]; Chlorella vulgaris [K&H].

Nomes farmacêuticos

Algae chlorella vulgaris.

Família

Chlorophyceae.

Partes usadas

Toda alga.

Sabor

Salgado e refrescante.

Composição química

A chlorella é um fitoterápico que, a cada 100 g, contém: 106 mg de caroteno; 95,9 mg de beta caroteno; 1,8 mg de vit. B1; 5,0 mg de vit. B2; 4,6 mg de vit. B5; 2,0 mg de vit. B6; 830 µg de vit. B12; 59,5 mg de vit. C; 6,7 mg de vit. E; 264 µg de Biotina; 1,3 mg de ácido fólico; 133mg de Inositol; 29,2 mg de niacina; 2890 mg de Clorofila; 263 mg de Luteína; 315 mg de Cálcio; 153 mg de Ferro; 3,1 mg de Cobre; 1, 63 mg de Fósforo; 900 mg de Potássio; 348 mg de Magnésio; 7,6 mg de Zinco e 8 µg de Selênio. Aminoácidos essenciais: Arginina 3, 55%; Fenilalanina 2,90%; Histidina 1,25%; Isoleucina 2,38%; Leucina 5,05 %; Lisina 3,46%; Metionina 1,49%; Treonina 2,90%; Triptofano 1,18%. Aminoácidos não-essenciais: Alanina 4,8%; Ácido aspártico 5,35%; Cistina 0,75%; Ácido glutâmico 6,71% Glicina 3,58%; Prolina 2,87%; Serina 2,42%; Tirosina 2,16%; Valina 3,60%; 12 a 20% de carboidratos; 10 a 15% de gorduras; 7,5% de fibras; 7,2% de cinzas; 15% de C.G.F.

Propriedades medicinais gerais

Antiviral, imuno-estimulante, nutritivo, proteico, remineralizante, desodorizante, desintoxicante, regenerador, radio protetor e anti-inflamatório.

Propriedades medicinais de partes específicas da planta

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações para uso interno

Sistema Gastrointestinal: auxilia funções intestinais, azia, gastrite, úlceras, prisão de ventre e limpa os intestinos.

Sistema Urinário e Genital: em casos de cândida.

Sistema Hepático: atua no fígado, estimulando suas funções e em casos de hepatite.

Sistema Respiratório: auxiliar no tratamento de enfisema.

Sistema Cardíaco, Sanguíneo e Circulatório: na anemia, distúrbios cardiovasculares, equilíbrio do sangue, hipertensão, aterosclerose, hipoglicemia e revitaliza o sangue, balanceando sua bioquímica.

Sistema Imunológico, Nervoso e Linfático: para melhora da atividade cerebral, fibromialgia, estresse, depressão, herpes, Síndrome Epstein-Barr, convulsões, AIDS, aumenta os níveis de energia, infecções virais e bacterianas e na esclerose múltipla.

Sistema Musculoesquelético e Conjuntivo: para artrite e cistos fibrosos.

Outros distúrbios: para tratamento de obesidade, fraqueza, regeneração celular, crescimento e recuperação de tecidos, redução do envelhecimento precoce, proteção contra agentes tóxicos e radicais livres, desintoxicação orgânica, restabelecimento da saúde da pele, estimula o organismo a produzir Interferon (através da presença da clorelana), suplementação vitamínica, fonte de clorofila, quelante de metais pesados, pancreatite, auxiliar para tratamento de câncer, piorreia, previne ressaca, eczema, desequilíbrio hormonal, jetlag, recuperação de dependência química, ajuda a suprir deficiências, provoca sensação de saciedade quando ingerido antes das refeições, promove pele, cabelos e unhas saudáveis, excelente regenerador do organismo (especialmente em casos de degeneração), protege contra efeitos da radiação, alivia inflamações, acelera processos de cura, reduz sintomas de diabetes, é a maior fonte comestível de RNA (ácido ribonucleico), fonte de enzimas, altamente proteica e é rica em ômega 3.

Indicações para uso interno de partes específicas da planta

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações para uso externo

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações para uso externo de partes específicas da planta

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Para crianças

As mesmas indicações relacionadas aos adultos, nas doses recomendadas para a faixa etária.

Quando não devemos usar esta erva (contraindicações)

Não há relatos de contraindicações nas fontes de pesquisa consultadas. Cerca de 30% das pessoas que consomem a chlorella podem sofrer de sensibilidade ao seu. Nesse caso, interromper o consumo.

Interações medicamentosas

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Toxicidade

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Uso culinário e nutritivo

Uma das maiores fontes de clorofila disponíveis. É considerada um superalimento.

Aromaterapia

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Sistemas Florais

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Medicina Chinesa (MTC)

A chlorella é um fitoterápico que tonifica o sangue, o Jing, o Qi e o Shen e fortalece o Wei Qi. Tem atuação em todos os canais.

Relacionado com as seguintes categorias das ervas medicinais

Categoria 16 – Ervas para corrigir deficiências.

Ayurveda

A chlorella é um fitoterápico tridosha que equilibra vata, pitta e kapha. Sua rasa é salgada, sua virya é fria e sua vipaka é doce. Atua na redução de ama.

Uso homeopático

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Pets e outros animais

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Informações em outros sistemas de saúde

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

O que diz a ciência

O extrato de chlorella aumentou significantemente a resistência de camundongos infectados com Lysteria monocytogenes (comum em alimentos industrializados embalados) produzindo uma taxa de sobrevivência com a dose de 20 a 25% enquanto o grupo de controle (que não recebeu a dose) não teve sobreviventes.

Astrologia

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações energéticas ou mágicas

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Habitat

É uma alga microscópica de água doce do Japão.

Descrição da planta

É uma alga unicelular microscópica, encontrada em tanques e lagos, com grande habilidade de realizar fotossíntese.

Vamos plantar?

A chlorella é uma alga unicelular cultivada em fazendas especiais no Japão e na China.

Artigos relacionados

Fontes de pesquisas utilizadas

http://www.plantamed.com.br/ • Ayurvedic medicine – the principles of tradicional practice – Sebastian Pole – Churchill Livingstone • Apostila de Fitoterapia Chinesa – Prof. Antonio de Bortolli – Delta Educação • As sensacionais 50 plantas – Vol. 2 – Prof. Lelington Lobo Franco • Superalimentos – a alimentação e os remédios do futuro – David Wolfe – Editora Alaúde.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.