Uxi-Amarelo

Na família Humiriaceae, há 8 gêneros conhecidos: Duckesia, Endopleura, Hylocarpa, Humiria, Humiriastrum, Sacoglottis, Shistostemon e Vantanea.
Estes gêneros possuem cerca de 50 espécies.

 

Nome Científico:

Endopleura uchi (Huber) Cuatrec.

Nomes botânicos:

Sacoglottis uchi Huber.

Nomes Farmacêuticos:

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Partes usadas:

Casca.

Composição Química:

Taninos, flavonoides e saponinas.

Indicações para uso interno:

Sistema Digestivo: afecções intestinais, disenteria, gastrite, úlcera gástrica,

Sistema Urinário e Genital: candidíase, em doenças urinárias, gonorreia, herpes, infecção urinária, inflamação no útero, irregularidade menstrual, miomas, prostatite, ovário policístico, endometriose, obstrução nas trompas.

Sistema Hepático: cirrose,

Sistema Respiratório: asma, gripes, rinites, sinusites,

Sistema Cardíaco, Sanguíneo e Circulatório: previne coágulos cerebrais, estimula a circulação, previne doenças do coração, hemorragias, hipertensão (promove a redução da pressão sanguínea),

Sistema Imunológico, Nervoso e Linfático: estimula o sistema imunológico, combate viroses,

Sistema Musculoesquelético e Conjuntivo: artrite, bursite, cistos, em doenças ósseas, infecção dos ossos, reumatismo,

Outros distúrbios: abscessos, atua como auxiliar no coquetel da AIDS, câncer de mama, câncer de pulmão, câncer de cérebro e câncer de próstata, diabetes, em doenças epidêmicas, envelhecimento precoce, febres, leucemia, reduz ação mutagênica do tabaco, estimula a redução de tumores,

Indicações para uso interno de partes específicas da planta::

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações para uso externo:

Pele e unhas: abcessos.

Cavidade bucal: cáries.

Indicações para uso externo de partes específicas da planta:

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Aromaterapia:

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Relacionado com as seguintes categorias das ervas medicinais:

Categoria 12 – ervas que regulam o sangue • Categoria 16 – ervas para corrigir deficiências • Categoria 19 – ervas para úlceras e tumores.

Uso homeopático:

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Pets e outros animais:

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Informações em outros sistemas de saúde:

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações energéticas ou mágicas:

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Nome Conhecido:

Uchi-amarelo, Axuá, Cumatê, Pururu, Uxi, Uxi-liso, Uxi-ordinário, Uxi-pucu, Uxi-verdadeiro, Uxipuçu.

Família:

Humiriceae

Sabor:

Amargo.

Propriedades medicinais gerais:

Anti-inflamatório, antimutagênico, antioxidante, antitumoral, antiviral, citostático, depurativo, diurético, hipotensor, imuno-estimulante, regenerador celular, vermífugo.

Propriedades medicinais de partes específicas da planta:

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Para crianças:

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Quando não devemos usar esta erva (contraindicações:

A erva é contraindicada para gestantes e durante a lactação.

Interações medicamentosas:

A planta faz excelente interação com a erva unha-de-gato (Uncaria tomentosa) para tratamento de miomas e cistos ovarianos e uterinos.

Toxicidade:

A planta é considerada segura nas doses terapêuticas recomendadas.

Uso culinário e nutritivo:

Os frutos têm sabor e cheiro forte e polpa oleosa, mas, depois que você se acostuma com essa característica, são deliciosos e podem ser consumidos in natura. Os frutos também podem ser utilizados para fazer sucos, doces, rechear bolos e sorvetes.

Sistemas Florais:

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Medicina Chinesa (MTC):

A erva estimula o Wei Qi e é indicada para estagnação do Xue (sangue) do Fígado. Elimina fogo tóxico do organismo. Erva atua sobre o elemento madeira.

Ayurveda:

A erva reduz Pitta e Kapha e agrava Vata (se utilizada em excesso). Sua rasa é amarga. Sua virya é fria e a vipaka é picante.

O que diz a ciência:

Estudos isolaram na casca uma substância chamada bergenina.

Astrologia:

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Habitat:

Planta nativa da Amazônia.

Descrição da planta:

Uxi-Amarelo é uma árvore alta da família das humiriáceas, nativa da Amazônia, de tronco reto e liso, casca cinzenta, madeira de boa qualidade, folhas denteadas e drupas comestíveis, com sementes oleaginosas. Também chamada de Uxipuçu, encontrada em estado silvestre da mata primária de terra firme dispersa por todo Pará e Amazonas.

Vamos plantar?:

A planta aprecia qualquer tipo de solo, com boa fertilidade natural, profundo e com rápida drenagem da água das chuvas. Espécie muito sensível a geadas e temperaturas inferiores a zero grau, quando a planta é jovem (e menor que 2m), muito embora rebrote. Por isso, em climas subtropicais, onde ocorre geadas, recomenda-se que a espécie seja plantada na sombra ou embaixo da copa de árvores grandes para ser protegida de geadas. A planta frutifica abundantemente em pleno sol, mais não deve faltar água na época da florada e granagem dos frutos.
Começa a frutificar com 7 a 15 anos, a depender do clima e tratos culturais. Também pode ser cultivada na sombra onde frutifica razoavelmente. Depois que a arvore se torna adulta, resiste a algumas geadas no inverno.
As sementes verdadeiras estão presas aos caroços lenhosos. Para germinar mais facilmente, é recomendado cortar 0,6 mm da base do caroço (nem todos os caroços contem sementes férteis). Após despolpados e secos, os caroços conservam o poder germinativo por até um ano. Convém plantar um caroço de cada vez, direto em sacos individuais, com substrato de 40% de terra vermelha, 40% de matéria orgânica e 20% de areia. A germinação ocorre em 7 a 12 meses. Os sacos individuais devem ter 13 cm de largura e 30 cm de altura.
As mudas devem ser formadas na sombra e atingem 30 cm com 10 meses de vida, quando cultivada em clima subtropical.
Recomendado que seja plantada a plena sombra de outras arvores onde podem ocorrer geadas, num espaçamento 6x6 ou 7x7 m, em covas abertas.
Com no mínimo 2 meses antes do plantio, estas devem ter 50 cm nas 3 dimensões e convém misturar 30% de areia saibro, acrescido de 6 a 8 pás de matéria orgânica aos 30 cm de terra da superfície da cova; misturando junto + 500 g de calcário e 1 kg de cinzas de madeira. A melhor época de plantio é de outubro a novembro. Convém irrigar 10 litros de água após o plantio e a cada 15 dias, se não chover.
A planta cresce lentamente e não necessita de cuidados especiais, apenas deve-se cobrir a superfície com capim cortado e eliminar quaisquer ervas daninhas que possam sufocar a planta. Quando plantada no meio da mata, à medida que a muda crescer, é importante ir podando as árvores ao redor para permitir que a muda da planta atinja o dossel da floresta. Deve-se fazer podas de formação da planta eliminando ramos e brotos que nascerem no tronco. Adubar no mês de outubro ou novembro, com 2 a 3 pás de composto orgânico feito de esterco de galinha curtido e 30 gramas de NPK 10-10-10. Distribuir os nutrientes à 10 cm, superficialmente, a 30 cm do caule no início do mês de outubro.
O Uxi-Amarelo frutifica nos meses de janeiro a maio.
A árvore pode ser cultivada como ornamental e é ótima para fazer sombra onde o clima é tropical e livre de geadas.
Na região amazônica, a espécie é indispensável em projetos de revegetação, pois os seus frutos são a base alimentar de muitos animais.

Fontes de pesquisa utilizadas:

http://www.plantamed.com.br/ • http://www.chaecia.com.br/loja/produto-111058-1351-uxi_amarelo__endopleura_uchi_huber_cuatrec_150_gr_g • http://www.farmacam.com.br/monografias/uxiamarelo%20farmacam.PDF • http://www.amazonprodutos.com.br/uxi-amarelo-em-po.html • http://www.colecionandofrutas.org/endopheurauchi.htm • http://florien.com.br/wp-content/uploads/2016/06/UXI-AMARELO.pdf •