Uxi-Amarelo

O Uxi amarelo é uma das plantas medicinais da família Humiriaceae, da qual há 8 gêneros conhecidos: Duckesia, Endopleura, Hylocarpa, Humiria, Humiriastrum, Sacoglottis, Shistostemon e Vantanea. Estes gêneros possuem cerca de 50 espécies. Mais informações abaixo.

Uxi Amarelo é uma das plantas medicinais que tratam miomas

Nome científico

Endopleura uchi (Huber) Cuatrec.

Nome conhecido

Uchi-amarelo, Axuá, Cumatê, Pururu, Uxi, Uxi-liso, Uxi-ordinário, Uxi-pucu, Uxi-verdadeiro, Uxipuçu.

Nomes botânicos

Sacoglottis uchi Huber.

Nomes farmacêuticos

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Família

Humiriceae

Partes usadas

Casca.

Sabor

Amargo.

Composição química

Taninos, flavonoides e saponinas.

Propriedades medicinais gerais

Anti-inflamatório, antimutagênico, antioxidante, antitumoral, antiviral, citostático, depurativo, diurético, hipotensor, imuno-estimulante, regenerador celular, vermífugo.

Propriedades medicinais de partes específicas da planta

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações para uso interno

Sistema Digestivo: afecções intestinais, disenteria, gastrite, úlcera gástrica,

Sistema Urinário e Genital: candidíase, em doenças urinárias, gonorreia, herpes, infecção urinária, inflamação no útero, irregularidade menstrual, miomas, prostatite, ovário policístico, endometriose, obstrução nas trompas.

Sistema Hepático: cirrose,

Sistema Respiratório: asma, gripes, rinites, sinusites,

Sistema Cardíaco, Sanguíneo e Circulatório: previne coágulos cerebrais, estimula a circulação, previne doenças do coração, hemorragias, hipertensão (promove a redução da pressão sanguínea),

Sistema Imunológico, Nervoso e Linfático: estimula o sistema imunológico, combate viroses,

Sistema Musculoesquelético e Conjuntivo: artrite, bursite, cistos, em doenças ósseas, infecção dos ossos, reumatismo,

Outros distúrbios: abscessos, atua como auxiliar no coquetel da AIDS, câncer de mama, câncer de pulmão, câncer de cérebro e câncer de próstata, diabetes, em doenças epidêmicas, envelhecimento precoce, febres, leucemia, reduz ação mutagênica do tabaco, estimula a redução de tumores,

Indicações para uso interno de partes específicas da planta

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações para uso externo

Pele e unhas: abcessos.

Cavidade bucal: cáries.

Indicações para uso externo de partes específicas da planta

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Para crianças

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Quando não devemos usar esta erva (contraindicações)

O uxi-amarelo é uma das plantas medicinais contraindicada para gestantes e durante a lactação.

Interações medicamentosas

A planta faz excelente interação com a erva unha-de-gato (Uncaria tomentosa), para tratamento de miomas e cistos ovarianos e uterinos.

Toxicidade

A planta é considerada segura nas doses terapêuticas recomendadas.

Uso culinário e nutritivo

Os frutos têm sabor e cheiro forte e polpa oleosa, mas, depois que você se acostuma com essa característica, são deliciosos e podem ser consumidos in natura. Os frutos também podem ser utilizados para fazer sucos, doces, rechear bolos e sorvetes.

Aromaterapia

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Sistemas Florais

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Medicina Chinesa (MTC)

O Uxi amarelo é uma das plantas medicinais que estimulam o Wei Qi, removem a estagnação do Xue (sangue) do fígado e eliminam o fogo tóxico do organismo. Esta planta atua no canal do fígado.

Relacionado com as seguintes categorias das ervas medicinais

Categoria 12 – ervas que regulam o sangue • Categoria 16 – ervas para corrigir deficiências • Categoria 19 – ervas para úlceras e tumores.

Ayurveda

A erva reduz Pitta e Kapha e agrava Vata (se utilizada em excesso). Sua rasa é amarga. Sua virya é fria e a vipaka é picante.

Uso homeopático

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Pets e outros animais

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Informações em outros sistemas de saúde

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

O que diz a ciência

Estudos isolaram em sua casca, uma substância chamada bergenina.

Astrologia

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações energéticas ou mágicas

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Habitat

Planta nativa da Amazônia.

Descrição da planta

Uxi-Amarelo é uma árvore alta da família das humiriáceas, nativa da Amazônia, de tronco reto e liso, casca cinzenta, madeira de boa qualidade, folhas denteadas e drupas comestíveis, com sementes oleaginosas. Também chamada de Uxipuçu, encontrada em estado silvestre da mata primária de terra firme dispersa por todo Pará e Amazonas.

Vamos plantar?

A planta aprecia qualquer tipo de solo, com boa fertilidade natural, profundo e com rápida drenagem da água das chuvas. Espécie muito sensível a geadas e temperaturas inferiores a zero grau, quando a planta é jovem (e menor que 2m), muito embora rebrote. Por isso, em climas subtropicais, onde ocorre geadas, recomenda-se que a espécie seja plantada na sombra ou embaixo da copa de árvores grandes para ser protegida de geadas. A planta frutifica abundantemente em pleno sol, mais não deve faltar água na época da florada e granagem dos frutos. Começa a frutificar com 7 a 15 anos, a depender do clima e tratos culturais. Também pode ser cultivada na sombra onde frutifica razoavelmente. Depois que a arvore se torna adulta, resiste a algumas geadas no inverno. As sementes verdadeiras estão presas aos caroços lenhosos. Para germinar mais facilmente, é recomendado cortar 0,6 mm da base do caroço (nem todos os caroços contem sementes férteis). Após despolpados e secos, os caroços conservam o poder germinativo por até um ano. Convém plantar um caroço de cada vez, direto em sacos individuais, com substrato de 40% de terra vermelha, 40% de matéria orgânica e 20% de areia. A germinação ocorre em 7 a 12 meses. Os sacos individuais devem ter 13 cm de largura e 30 cm de altura. As mudas devem ser formadas na sombra e atingem 30 cm com 10 meses de vida, quando cultivada em clima subtropical. Recomendado que seja plantada a plena sombra de outras arvores onde podem ocorrer geadas, num espaçamento 6×6 ou 7×7 m, em covas abertas. Com no mínimo 2 meses antes do plantio, estas devem ter 50 cm nas 3 dimensões e convém misturar 30% de areia saibro, acrescido de 6 a 8 pás de matéria orgânica aos 30 cm de terra da superfície da cova; misturando junto + 500 g de calcário e 1 kg de cinzas de madeira. A melhor época de plantio é de outubro a novembro. Convém irrigar 10 litros de água após o plantio e a cada 15 dias, se não chover. A planta cresce lentamente e não necessita de cuidados especiais, apenas deve-se cobrir a superfície com capim cortado e eliminar quaisquer ervas daninhas que possam sufocar a planta. Quando plantada no meio da mata, à medida que a muda crescer, é importante ir podando as árvores ao redor para permitir que a muda da planta atinja o dossel da floresta. Deve-se fazer podas de formação da planta eliminando ramos e brotos que nascerem no tronco. Adubar no mês de outubro ou novembro, com 2 a 3 pás de composto orgânico feito de esterco de galinha curtido e 30 gramas de NPK 10-10-10. Distribuir os nutrientes à 10 cm, superficialmente, a 30 cm do caule no início do mês de outubro. O Uxi-Amarelo frutifica nos meses de janeiro a maio. A árvore pode ser cultivada como ornamental e é ótima para fazer sombra onde o clima é tropical e livre de geadas. Na região amazônica, a espécie é indispensável em projetos de revegetação, pois os seus frutos são a base alimentar de muitos animais.