Nome Popular: Tribulus

Outros nomes: viagra-natural, tribulo, Puncture vine e goathead (inglês), abrojo (espanhol), tribulus (italiano).

Nome científico: Tribulus terrestris L.

Nomes botânicos: Pedalium murex L., Tribulus terrestris var. sericeus Andersson ex Svens.

Nome farmacêutico: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Família: Zygophyllaceae.

Partes usadas: caules, ramos espinhosos e fruto.

Sabor: picante, amargo e amornante.

Constituintes químicos: açúcares reduzidos, alcalóides (harman e harmina), ácidos graxos insaturados, esteróis, flavonóides (tribulosídeo), glucosídeos, nitratos, óleo essencial, potássio, kaempferol, resinas, saponinas, taninos.

Propriedades medicinais: afrodisíaco; analgésico; antiespasmódico; antiinflamatório; antilítico; cardíaco; demulcente; diurético; restaurador; tônico; nervino; rejuvenescedor; litotríptico;

Indicações (Uso interno): disfunções sexuais; impotência; incontinência urinária; dor ao urinar; pedras nos rins; gonorréia; vertigens; neurastenias; dor de dente; higiene bucal; dores nas costas; catarro; cistites crônicas; diabete; dificuldade para respirar; edema por vento; gota; desordens uterinas; hemorróidas; doenças dos rins; lumbago; dores dos nervos; reumatismo; ciática; debilidade seminal; doenças venéreas; fortalece a mulher após parto; obesidade; dor lombar; queimação ao urinar; infertilidade;

Indicações (Uso externo): não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações pediátricas: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Utilizações na MTC: nome chinês: Bai Ji Li. Acalma o fígado e controla o Yang; dispersa vento-calor e beneficia os olhos; estimula o suave fluxo do Qi do Fígado; para ascensão do Yang do Fígado; em estagnação do Qi do Fígado.

Elemento predominante na MTC: Madeira.

Classificação da Erva na MTC: Categoria 15 – Ervas para cessar movimentos involuntários.

Atuação nos canais: P e F.

Ayurveda (Ação nos doshas): nome em sânscrito: Gokshura. Tridosha. Equilibra Vata, Pitta e Kapha. Utiliza-se o fruto no Ayurveda. Atua no tecido plasmático, sanguíneo, nervoso, medular e reprodutivo. Age no sistema nervoso, reprodutor, respiratório e urinário. Considerada a melhor planta ayurvédica para tratamento de distúrbios do sistema geniturinário e eliminar toxinas do organismo. Utilizada com Punarnavá

(Boerhavia diffusa; nyctagineae) para problemas dos rins. É uma planta sátvica que promove a clareza e abre o centro de energia do chakra coroa. Não deve ser utilizada se o indivíduo estiver desidratado. Considerada a primeira opção ayurvédica para tratamento de cistites.

Rasa: doce.

Virya: fria.

Vipaka: doce.

Informações em outros sistemas de saúde: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Aromaterapia: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Floral: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Homeopatia: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Contra-indicações: na gravidez; na deficiência do Qi e do Xue; não usar se estiver desidratado; pessoas com hipertensão ou cardiopatia; em excesso pode provocar problemas estomacais; não usar em pessoas com fibromialgia.

Interações medicamentosas: uso do Tribulus elimina considerável quantidade de potássio.

Uso Veterinário: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Doses: de 6 a 12g em decocção/dia; 250mg em extrato seco 3X ao dia; de 100 a 500 mg em pó de 2 a 3X/dia;

Formulações: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Formulações populares: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Planeta regente: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações energéticas ou mágicas: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Habitat: originária da índia, mas igualmente cultivadas desde à milênios na África e na China.

Informações clínicas e/ou científicas: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Descrição botânica: planta vivaz tropical com caules muito cumpridos e rastejantes. As suas sementes são bicudas e resistentes.

Toxicidade: é considerada uma planta sem toxicidade.

Observações: uma das melhores ervas para limpar toxinas do organismo.

Fontes de pesquisa:

http://www.plantamed.com.br/ • http://francinatura.wordpress.com/category/saude-ao-natural/ossos-e-articulacoes/ • http://guiaherbal.info/plantas/tribulo • Manual de Fitoterápia Chinesa e Plantas Brasileiras – Mary Lannes Salles Leite – Icone Editora • The Ayurveda Encyclopedia – Swami Sadashiva Tirtha • Fitoterapia Chinesa e Plantas Brasileiras – Alex Botsaris – Editora Ícone • The Yoga of Herbs – Dr. David Frawlwy and Dr. Vasant Lad – Lótus Press • Fitoterapia Chinesa – As síndromes mais comuns no Ocidente – PDF • Ayurveda – A ciência da longa vida – Dr. Edson D´Angelo e Janner Rangel Côrtes – Madras •