Fel da Terra

O centauro Quíron, personagem mitológica, meio homem meio cavalo, curou-se com esta planta de uma ferida que Hércules lhe fez no pé. Daí que lhe vem seu nome de Centáurea. O Fel da Terra é utilizado como uma opção medicinal menos amarga do que a Genciana. Sua ação na forma de chá, é mais efetiva do que na forma de tintura. A centáurea (fel da terra) é utilizada como um substituto para a raiz de cálamo (considerada uma erva tóxica e de uso arriscado). A centáurea-maior (Centáurea scabiosa I.), que pertence à família das Compostas, não é utilizada em fitoterapia.

Nome científico

Centaurium erythraea Rafn.

Nome conhecido

Centáurea-Menor, Pequena Centáurea, Chá-Porrete (Português), Petite Centaurée, Erythrée (Francês), Centaury, Century, Feverwort (Inglês).

Nomes botânicos

Centaurium minus Moench, Centaurium minus subsp. austriacum (Ronn.) O. Schwarz, Centaurium umbellatum Gilib., Centaurium umbellatum subsp. austriacum Ronn., Erythraea capitata Willd. ex Roem. & Schult., Erythraea lomae Gilg.

Nomes farmacêuticos

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Família

Gentianaceae.

Partes usadas

Sumidades florais.

Sabor

Amargo.

Composição química

Eritrocentaurina, fitosterina, resina, óleo essencial.

Propriedades medicinais gerais

Tônico amargo, antiedêmico, anti-inflamatório, antimalárico, antipirético, secretagogo, sedativo, sialagogo, estomáquico, depurativo, hipoglicemiante, laxante suave, febrífugo, cicatrizante, carminativo, colerético, calmante.

Propriedades medicinais de partes específicas da planta

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações para uso interno

Sistema Gastrointestinal: para afecção gastrintestinal, cólica, dispepsia, gastrite, esplenite, dor de estômago, estimulante do apetite, diarreia e síndrome do intestino irritável.

Sistema Urinário e Genital: para dismenorreia, inchaço e uterite.

Sistema Hepático: para febre palustre, colecistite, hepatite e malária.

Sistema Respiratório:

Sistema Cardíaco, Sanguíneo e Circulatório: na anemia, gota, pressão alta e para estimulo cardíaco.

Sistema Imunológico, Nervoso e Linfático: para adenopatia, anorexia, insônia, nervosismo, neuralgia, esclerose, escrófula e depressão.

Sistema Musculoesquelético e Conjuntivo: na artrite, dores musculares, dores das articulações e fibromialgia.

Sistema Renal: em cálculo renal.

Outros distúrbios: na febre, câncer de mama, câncer de ouvido, câncer de face, câncer de lábio, câncer de fígado, câncer de baço, câncer de estômago, câncer de língua, câncer de útero, diabete, mastite, dores, tonsilite, verrugas, vermes, promove o fortalecimento e convalescença.

Indicações para uso interno de partes específicas da planta

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações para uso externo

Pele e unhas: para feridas, mordidas e picadas.

Cabeça e face: para cuidados com cabelo.

Indicações para uso externo de partes específicas da planta

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Para crianças

Para casos de fraqueza gástrica e hepática.

Quando não devemos usar esta erva (contraindicações)

Seu uso deve ser evitado durante a gravidez e lactação. Pode ser irritante para o tubo digestivo, por esse motivo é contraindicado para pacientes com gastrite, úlceras gastrointestinais ou acidose.

Interações medicamentosas

No uso externo, faz boa sinergia com Aquiléia (Mil-Folhas) e com folhas de Confrei.

Toxicidade

Erva com baixa toxicidade, segura nas doses terapêuticas.

Uso culinário e nutritivo

O fel-da-terra pode ser usado para fazer licores de ervas, vinhos e chás.

Aromaterapia

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Sistemas Florais

Florais de Bach: Centaury – faz parte dos florais de Bach classificados como para sensibilidade excessiva a influências e opiniões. É indicado para pessoas tímidas, quietas, bondosas, gentis, convencionais e ansiosas por agradar, pessoas fracas de vontade, dóceis, e facilmente dominadas de modo que, ao ajudar os outros, tornam-se demasiado servis. Geralmente estão ligadas a alguém com um tipo de personalidade forte que explora sua boa natureza, embora elas mesmas escolham esse tipo de situação. No corpo pode haver problemas nos ombros e costas, rosto pálido, marcado por olheiras e tem hábito de sentar-se curvado. O uso deste floral resgata a força para que, mesmo tranquilas e dóceis, possam servir aos outros como é seu desejo ser serem menosprezadas. Este tipo de pessoa tem personalidade muito somatizadora. Este floral faz parte dos 12 curadores e é associado ao signo de Virgem.

Medicina Chinesa (MTC)

O Fel da Terra tonifica o Xue e o Qi do Fígado. Atua no canal do Fígado, Vesícula Biliar e Estômago.

Relacionado com as seguintes categorias das ervas medicinais

Categoria 11 – ervas para regular a energia vital (qi) • Categoria 12 – Ervas que regulam o sangue •

Ayurveda

A erva reduz Pitta e é neutra para Vata e Kapha. Sua rasa é amarga, sua virya é fria e sua vipaka é picante.

Uso homeopático

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Pets e outros animais

Utilizada para tratamentos de vermes. Para cães e gatos na forma de floral do sistema Bach é utilizada para animais excessivamente submissos, inseguros e ansiosos que chegam a se urinar por subserviência. Bom utilizar quando for introduzido um novo animal para que ele possa se impor no novo ambiente.

Informações em outros sistemas de saúde

Não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

O que diz a ciência

A comissão E da Alemanha indica a erva para aumento de apetite e disfunções gástricas.

Astrologia

Erva regida por Júpiter.

Indicações energéticas ou mágicas

Acreditava-se que a centáurea possuía grandes poderes mágicos, conhecidos dos druidas, que usavam a planta como amuleto para atrair a boa sorte e repelir o mal. Era muitas vezes chamada de “casco de centauro”, ligada ao lendário centauro Quíron, que a utilizava para curar ferimentos de flechas.

Habitat

Natural da Europa, oeste da Ásia, norte da África, Açores e introduzida nas Américas e Australasia.

Descrição da planta

Planta herbácea da família das Gencianáceas, de 10 a 50 cm de altura. As folhas são alongadas, formando as basais uma roseta. Tem flores cor-de-rosa.

Vamos plantar?

A planta tem preferência por solo ligeiramente ácido e boa exposição solar. Sua propagação se dá por sementes.

Artigos relacionados

O remédio amargo cura?

Fontes de pesquisas utilizadas

http://www.plantamed.com.br/ • http://www.cm-mafra.pt/pt/turismo/fel-da-terra • A cura pela natureza – enciclopédia familiar dos remédios naturais – Jean Aikenbaum e Piotr Daszkiewicz – Editora Estampa • Handbook of Medicinal Herbs – James A. Duke with Mary Jo Bogenschutz-Godwin, Judi duCellier, Peggy-Ann K. Duke – CRC Press • Herbal Manual – the medicinal, toilet, culinary and other uses of 130 of the commonly used herbs – Harold Ward – L.N. Fowler and Co. Ltda • Manual Ilustrado de Plantas Medicinais – Moacyr Pezati Rigueiro – Paulus • Medicinal Plants in Folk Tradition – an ethobothany of Britain and Ireland- David E. Allen and Gabrielle Hatfield – Timber Press • As plantas que curam – enciclopédia de plantas medicinais – Volume 1 – Dr. Jorge D. Pamplona Roger • Practical Handbook of Plant Alchemy – Manfred M. Junius • Segredos e virtudes  das plantas medicinais – Seleções do Readers Digest • The Western Herbal Tradition – Graeme Tobyn, Alison Denham, Margaret Whitelegg – Churchill Livingstone • Tylers Herbs of Choice – the terapheutic use of phytomedicinals – Dennis V. C. Awang – CRC Press • Veterinary Herbal Medicine – edited by Susan G. Wynn, Barbara J. Fougère – Mosby/Elsevier • Wicca – A Feitiçaria Moderna – o livro das ervas, magias e sonhos – Gerina Dunwich • Um guia para os remédios florais do Dr. Bach – Julian Barnard – Pensamento • Florais de Bach – por meio do uso da Astrologia – Fátima Ferreira Duque – Madras • Florais para cães – tratando o  corportamento animal com florais de bach – Jackline Pinto  – Butterfly •